quarta-feira, maio 07, 2008

espreguiço-me nas horas

espreguicei-me nas horas deste dia
e esperei-me nos segundos.
fui pai,
fui filho,
fui amigo,
fui crente...
mas, como uma pérola de chuva no deserto,
estive ausente.
Fui tudo o que deveria ser,
fiz pouco do que queria fazer...
foi um dia assim normal...
a querer e a sonhar,
como os dias insistentemente longos,
como as semanas irritantemente feias!
Não vejo partidas nem chegadas,
apenas estas longas longas escadas
que subo na torre de menagem
de meus castelos no ar.

3 comentários:

100 remos disse...

Experimenta saltar por cima de castelos de areia.

Papoila disse...

Ainda bem que consegues erguer castelos... mesmo que de areia...
Precisamos de sonhar

Beijos
BF

A Grafonola disse...

não foste. És!