sexta-feira, julho 04, 2008

Espiral

Subo a escada em espiral
Subo a noite em direcção ao dia.
Corro na escada em espiral,
abraçado ao álamo que me envolve e seduz...
Amo em segredo as horas das tardes esquecidas
e as saudades
perdidas
na escada espiral.
Tonto,
chego.
Ao ponto,
do aconchego.
E dou a mão ao vazio
que,
degrau a degrau,
se apodera de mim
e da minha ânsia de partir.

2 comentários:

100 remos disse...

Um segredo: olha sempre para cima, principalmente quando chegares ao fim!

A Grafonola disse...

=) faz como diz a 100. Olha para cima e vê o que galgaste e percorreste, e isso far-te-á sorrir.