quarta-feira, maio 13, 2009

424 - Hasta siempre...



Há em mim um cansaço enorme. Cansaço pelas expiações, cansaço pelos mal entendidos, cansaço pelo diz que disse. É a terceira vez que ameaço mas desta é de vez. Se for esta a única forma de dizer basta, então será este o caminho que vou tomar. Foram 424 posts ao longo de quase 4 anos, é muito... e muita água correu...
Não é a forma nem o motivo pelos quais esperava terminar mas o que tem que ser tem muita força.
Fica activo para quem quiser ler e recordar os passos de um intervalo de uma vida que se quer mais livre, mais despida.
Hoje ganha o medo e a insegurança, hoje calo-me, pelo menos aqui...

Hasta siempre....

Afinal, os sobreiros morrem sós....

16 comentários:

Eu Mesma! disse...

se voltares....
estaremos cá :)

Sininho disse...

e cá te esperaremos sempre de braços abertos.. :)

Zabour disse...

Não sejas tolo. Gostamos de te ler, tens k ser fiel aos teus leitores...anda, bola p'rá frente.
Amanhã será um novo dia!

Beijinhos

Storyteller disse...

Descobri-te há pouco tempo. Não quero que te despeças já.
Sei que é uma atitude egoísta da minha parte, mas quero que voltes pois tornei-me viciada em ti.
Volta.
;)

Chocolate disse...

Não nos abandones!!! Gosto muito de ler o teu blogue, também já tive para desistir mas acabei por voltar a pedido dos amigos.

Não vás! Mas se fores volta porque estarei cá à tua espera!

Bjs

Matchbox32 disse...

Não te decides! Lol!

Afrodite disse...

Dás importância a mais a coisas sem importância. Coloca o teu blogue privado e convida só quem te interessa e dá prazer, o resto, imprime comentários e afins e limpa o rabiosque. Só uma ideia ;)!

Abreijinhos e os sobreiros morrem acompanhados, assim como as azinheiras...há sempre um alentejano que acaba lá espetado com a sua bicla EHHEHEHHE. É uma anedota, depois conto.

A Gata Christie disse...

Espero que este sobreiro não morra só, ou antes, espero que ele não morra nunca!


P.S.: And if you need me you know where to find me!

Cris... disse...

Foi bom ler-te.

Abraço apertado e até sempre!

Pétala disse...

Não é preciso ser definitivo, pode ser um tempo... no tempo.

Sem pressão e sem pressa.

Espera que volte a vontade, a saudade e o desejo de escrever.

Quem sabe, numa noite de céu estrelado...

BJ

A Gata Christie disse...

Foste mesmo embora...

Seline disse...

Apenas uma fase, verás :)
Volta quando achares que sim...
Até sempre.
Beijo

najla disse...

Quem disse que os sobreiros têm, que teimosamente, morrer sós????

beijos grandes

Yiskay disse...

não te cales, ainda agora aqui cheguei...
muitas vezes me fizes te reflectir, e muitas outras me fizes te sorrir...

beijinhos

Rapariga do Batom Vermelho disse...

Oh...:(

Isa disse...

Não desistas, é sempre bom escrever, liberta-nos.
Não resolve nada, mas por momentos ficamos mais aliviados.

Beijos

Isa