quarta-feira, dezembro 17, 2008

Agradecimento

A verdade é que não tenho muito jeito para demonstrar aquilo que sinto. Talvez tenha sido isso que me fez refugiar na poesia. Mas não posso mais adiar o que sinto aqui dentro, não posso, nem quero deixar passar mais uma vez em branco aquilo que tenho lido.
Todos, todos mesmo, sem excepção, têm sido maravilhosos. Os vossos comentários, as vossas palavras de incentivo, a forma aberta como descrevem a forma como os poemas vos tocam... têm-me deixado um pouco perplexo e muito muito agradecido.
O meu blog começou há cerca de três anos. Nele tenho espelhado os meus estados de alma. Não sou eu todo, mas é uma parte muito importante de mim que vêem aqui.

Das pessoas que conheço pessoalmente, Van, Sininho, Siuxi, O meu mundo, às pessoas que assim de repente por aqui vão aparecendo, o meu muito muito obrigado pelo vosso carinho. São mais que beijos, mais que abraços, são sorrisos que me provocam a cada letra.
Eu não tenho por hábito comentar os vossos comentários. Não por desleixo, mas simplesmente porque nunca sei bem o que dizer. Sim, vocês, roubam as palavras a um pretenso poeta :))) que querem?!

Um beijo às meninas, um abraço aos meninos, seguidores, comentadores e testemunhas em silêncio.

Aqui continuarei a escrever para vocês.

13 comentários:

Ianita disse...

Sim, continua.

Porque eu sou daquelas testemunhas silenciosas... porque os teus poemas, esses sim, me deixam sem saber bem o que dizer, eu que tenho sempre palavras para dar e vender...

Kisses

Sayuri disse...

É bom ler alguém, e é bom sabermos que alguém nos lê. Por vezes pensamos que só nós sentimos isto ou vivemos aquilo, e a blogosfera está cheia de pessoas com experiências comuns!

Beijos

Van disse...

és um amor, migo. :) 'doro-te! :)

O Meu Mundo disse...

Escreve por nós, mas principalmente por ti! Tens um dom fantástico, e partilhares esse dom é de louvar!
Beijinhos com sdds e já sabes,estarei sempre aqui! ;) Obrigada por td tb!*******

Dawa disse...

E eu q não sabia q tinha um visitante poeta.
Gostei de passar por cá. Tenho de voltar com mais calma.
beijinho

Afrodite disse...

:) :) :) é o espiríto natalício??? Hmmm pega-se? ;)

Abreijinhos e continua que eu quero continuar a ler-te :)

A Gata Christie disse...

Quando vim aqui pela primeira vez, percebi que tinha de voltar. Portanto, continua a escrever porque gosto de te ler e tens um dom que deve ser partilhado.

Lize disse...

Continua que nós agradecemos ;) E não tens nada que agradecer, acredita que não gostas mais de ler os meus comentários do que eu gosto de ler os teus belos poemas ;)

Beijocas

Sininho disse...

Poeta, tu tens um dom, um
Outro olhar sobre o mundo
Eu so te posso dizer que
Tens uma forma de te expressares
Apaixonante, no mínimo!

Um Grande beijo, Regado com um grande abraço, pintado num grande sorriso.
***********************************

stériuéré disse...

Peço desulpa por nunca mais cá ter voltado, estive num retiro de silêncio forçado.............................SEM MONITOR!!!!
Por isso era um pouco dificil ve ou escrever o que fosse. Mas estive a ler o teu ultimo post, e desde já os meus parabéns e muitos beijinhos... continua, gosto muito de cá vir!!!!!

manzas disse...

Para vós amigos… de reflexão,
uma natividade de prosperarão
e um ano novo também,
de rostos risonhos,
com realizações de vossos sonhos…
Num vislumbrar de um novo mundo
poetizar a paz e harmonia
cantando todos de mãos dadas
na sintonia da alegria.

Um Bom Natal.

Tatiana disse...

Todo artista molha seus pinceis
em sua alma e pinta a sua própria natureza!
(Henry Ward Beecher)

Desejo a você, Um Feliz Natal!
Agradeço o carinho e presença em palavras!
Que no próximo ano, novas sementes sejam plantadas e cultivadas em nosso coração.

Um beijo com meu carinho

Zabour disse...

Deixa lá, um cafézito paga isso tudo ;O)

Beijinho grande