sexta-feira, março 13, 2009

Misterious ways

The universe has its own misterious ways...

O ano começou e trouxe um ímpeto de Primavera.
Como uma semente adormecida, irrompeu pela vida fora e nada será como dantes. Esqueceu-se do Inverno, e trouxe-nos a todos novos sentires, novos olhares, novos fazeres.
O que começou como um caminho de esperança, revelou-se apenas um meio para atingir um fim. Sem esse "pequeno" acontecimento, não se teriam desencadeado tantos outros que vieram ligar, quem sabe para sempre, almas que andavam desavindas. O universo conjugou-se numa simples pergunta, num simples pedido, numa simples ajuda de uma amiga. Sem isso, nada tinha acontecido, e as almas não se tinham encontrado.
Há no entanto almas que não se compatibilizaram e se afastaram, talvez mais por questões pragmáticas que sentimentais ou espirituais, mas a verdade é que mesmo esse afastamento foi necessário para chegarmos ao caminho em que estamos.
A água turva da agitação inicial, começa a dar lugar a uma água límpida, em que a verdade vai vir ao de cima, em que só o essencial vai ficar e tudo se definirá.
Para tudo há um razão, e tu, tu, tu e tu, vieram por uma razão. Ela revelar-se-á em breve.
Eu já encontrei a minha chave, e o portão já abriu. Falta descobrir a vossa e o papel que cada um vai representar nessa abertura.
Uma coisa é certa, os sentimentos à flor da pele, já ninguém nos tira, e caminho com a certeza que quando pensei que não podia nunca encontrar mais romantismo num momento, numa situação, a vida vem com todo o seu vigor, e mostra-me que, afinal, os dias ainda podiam ser mais quentes em pleno Inverno.

Peço desculpa a quem não vai perceber o que escrevi, mas este é, decididamente, um post com destinatários. :)

7 comentários:

A girl on the move disse...

Independentemente dos destinatários, espero que esta primavera te traga renovação e faça desabrochar em ti novos e verdadeiros sentimentos. Ok, o comment está um bocado brega mas hoje estou um bocado sentimentalóide... :P
Na verdade, na verdade... ainda estou a pensar no jeito que revelaste para foca do zoomarine... lool

Beijinhos e bom fim-de-semana

A Grafonola disse...

cada chave abre apenas mais uma porta de infortúnio, por mim, já nem lhes olho, já nem as abro. Foi bom enquanto durou, mas há mais portas na fechar do que a abrir.

Eu mesma! disse...

Bem menino Hermes...
para bom entendedor.... percebe-se que pelo menos a primavera para ti chegou mais cedo!

Boa! :)
O que nós queremos é pessoal animado... que o cinzento do inverno passe de uma vez por todas de nós todos...

agora...
não achas que são demasiados "tus" na tua vida?
eu contei pelo menos 4....
tu, tu, tu e tu

:)

Beijinhos

Lita disse...

Esses "pequenos" acontecimentos, eu chamo-lhes pequenos pormenores! :)
Não há coincidências! :)

Miepeee disse...

Que bom que estas feliz :)

Ianita disse...

Não sou convencida o suficiente para me pensar nos teus "tu"s, muito menos como destinatária deste teu post...

A verdade é que houve um acontecimento que me levou a um outro caminho... um anúncio de Primavera antecipada em que apostei com todas as minhas forças... Percebi depois que não era mesmo a Primavera, mas apenas um ameaço, um aviso, um dizer "n se esqueçam de mim". Ainda assim, esse "pequeno acontecimento" mudou-me e fez-me entrar num caminho que não conhecia... fez-me encontrar pessoas para a vida. Por isso, neste post para outras pessoas, intrometo-me para dizer obrigada.

Beijo
(e sim, I'm going slightly mad...)

izzie disse...

Percebe quem tem que perceber...
Em bora acredite que todos o façamos, todos sejamos destinatários, todos somos "tu"...
Porque todos passamos por momentos desses.
Seja no mais frio dos Invernos, o "início" do ano... ou no despontar da Primavera...

É bom ver a Alma acordar em tais mommentos...

Beijo