sábado, fevereiro 07, 2009

Sonho

Acho-te sensual de pijama e rabo-de-cavalo.
Excita-me olhar para as tuas verdadeiras curvas. Sem artifícios, sem soutiens push up ou calças de ganga da Salsa. Adoro o teu peito de mulher, os teu braços longos e as mãos que usas em tanta coisa durante o dia e me amam de noite.
Adoro o abrandar da tua voz à medida que a noite chega ao teu corpo, o cansaço de instala e lentamente me pedes com os olhos que te abrace.
Deitada a meu lado, estudas algo numas folhas cheias de rabiscos quase imperceptíveis. Os teus olhos, que correm a toda a velocidade desde que acordas, que parecem querer absorver cada instante da vida que passa, cada segundo, cada situação, começam a semi-cerrar-se.
Fecho o livro que estou a ler, tiro-te as folhas das mãos e beijo-te. Quando os meus lábios tocam os teus, beijas-me com um sorriso. O melhor beijo que alguma vez senti. O beijo da felicidade.
Sem qualquer palavra, despes-te toda. Sem pudores, sem vergonhas que te afastem de mim, estás nua de rabo-de-cavalo à minha frente. Quero-te! Dizes-me.
Saio da cama, agarro-te, encosto-te à parede fria. Beijo-te, toco-te, percorro todo o teu corpo com a minha língua. Saboreio as pequenas gotas de suor que se libertam conforme o teu corpo aquece ao meu toque.
Seguras-me a cabeça com a mão, embrenhando os dedos no meu cabelo, gemes, arrepias-te e tocas-te no peito com a outra.
Excita-me excitar-te. A minha barba curta, roça-te a pele das coxas como se fossem milhões de pequenos dedos a tocar-te enquanto a minha língua te invade.
Pedes-me para não parar e entre um gemido e outro, sinto o teu corpo em saborosas contracções. Subo os meus dedos até ao teu peito e sinto os mamilos rígidos. Ergo-me, beijando cada centímetro de pele até à tua boca, onde me perco num beijo apaixonado e te mordo suavemente os lábios.
Estou completamente excitado. Viro-te, encosto-te contra a parede e, com o meu peito nas tuas costas, a minha respiração no teu pescoço, os meus dedos na tua boca, entro em ti. Sinto-te completamente húmida e sabe-me tão bem.
Os teus gemidos são agora gritos, não demasiado altos, excitantes, provocantes, que me fazem ficar também eu cada vez mais excitado. Sinto que te invado completamente. A cada movimento vou cada vez mais fundo, não há parte de ti que não toque e quando o faço, acompanhas-me com ais, e mais e mais e mordes-me os dedos e tentas chegar com a mão para me puxar ainda mais para ti.
Nesta dança orgásmica perco a conta às vezes que te contrais e estremeces, que te calas e voltas a gritar.
No passo final da dança, no momento em que sou eu que não me contenho mais, que grito e gemo e dou, tudo pára. Tu calas-te, eu calo-me, os corpos parados, as mãos na parede, eu dentro de ti.
Entre saliva e suor, fluidos e amor, acordo.
Isto foi o que sonhei. Acordado ou a dormir, tanto faz. Eras tu, era eu, éramos nós.

9 comentários:

Zabour disse...

Hum...vou ali dormir um bocadinho para ver se tb tenho um sonho desses.
Ainda bem k voltaste :)

Beijo grande

Afrodite disse...

:) Hermes Hermes :)

Sejas bem "voltado", estava a ver que tinha que te arrastar para aqui à força eehehhehe!

E entraste a matar...muito bom, um dos teus melhores sem dúvida! Love it!

Abreijinhos dos meus

SRRAJ disse...

Welcome back :-)

Sininho disse...

Sem duvida que este está de acordo com a nova imagem. Não merece uma bola vermelha no canto superior vermelho, mas uma cor inteira de pagina :)

Este é a cereja do topo do bolo!
Delicioso, excitante, apaixonante..

PARABÉNS!

Eu sempre disse que tu te darias muito bem no campo desta escrita!

Miepeee disse...

Ha sonhos que duram uma vida, espero que seja o caso deste :)
Beijo.

Andy disse...

É mto bom saber que estás de volta...e que belo sonho!
Bjinho

Lita disse...

E aí está! O poeta passa a Hermes com uma pinta descomunal!!!!
Dá-lhe! A malta gosta.... ;)

O Meu Mundo disse...

Epah! É que deixaste-me sem palavras!!!
Tá espectacular...lindo...conseguiste mexer com a minha imaginação eheh
Brigada por tudo o que és capaz de escrever, e que me agrada cada vez mais! :)
Saudades...
Beijokas*

Lize disse...

:) Lindo :)
Gosto da poesia... mas também gosto de uma boa prosa... e esta é uma delas.


Tem bons sonhos, melhores realidades ainda...

Beijocas :)