quarta-feira, janeiro 14, 2009

Leva-me

Leva-me para onde os sinos dobram,
e as horas mortas são segundos.
Leva-me para onde as árvores são sombras
e nos montes gigantes
não serpenteiam estradas.

Quero o caminho de terra
O das bermas baixas e poucos percalços.
Um que nos deixe ir de mãos dadas,
ver as flores,
e ouvir gnomos e fadas
e pedacinhos de pequenos nadas.

Quero a travessia do mar calmo,
sem as tempestades do passado,
pé ante pé,
sorriso a sorriso,
palmo a palmo
percorrendo o teu e o meu, o nosso fado.

7 comentários:

Sayuri disse...

:D
Bom dia!

izzie_tisha disse...

Muito bom... mesmo!
É bom saber que ainda passas pelo meu canto... e que de certa forma compreendes o que escrevo... obrigada, mesmo*

izzie_tisha disse...

Obrigado... é bom saber que as palavras não caiem em saco roto... mas estás à vontade pa falar, comentar... cmo quiseres... é para isso que a caixinha dos cometários existe ;)*

Francesa disse...

É lindo...

Lize disse...

Adorei :) Conseguir isso deve ser quase alcançar a felicidade pura.


Beijocas

Estrela Cadente disse...

Lindo!bj

Sininho disse...

:)